quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Na era da informação, mais do que nunca, conhecimento é poder!

Abaixo um trecho da entrevista que Julian Assange [Wikileaks] concedeu aos internautas brasileiros.

Ele coloca de maneira bastante clara e simples, como é feita a distribuição [perversa] de poder na nossa sociedade e como devemos nos importar e buscar uma reação.


"Vários internautas
 – Que tipo de mudança concreta pode acontecer como consequência do fenômeno Wikileaks nas práticas governamentais e empresariais? Pode haver uma mudança na relação de poder entre essas esferas e o público?
James Madison, que elaborou a Constituição americana, dizia que o conhecimento sempre irá governar sobre a ignorância. Então as pessoas que pretendem ser mestras de si mesmas têm de ter o poder que o conhecimento traz. Essa filosofia de Madison, que combina a esfera do conhecimento com a esfera da distribuição do poder, mostra as mudanças que acontecem quando o conhecimento é democratizado.
Os Estados e as megacorporações mantêm seu poder sobre o pensamento individual ao negar informação aos indivíduos. É esse vácuo de conhecimento que delineia quem são os mais poderosos dentro de um governo e quem são os mais poderosos dentro de uma corporação.
Assim, o livre fluxo de conhecimento de grupos poderosos para grupos ou indivíduos menos poderosos é também um fluxo de poder, e portanto uma força equalizadora e democratizante na sociedade."


Leia na íntegra http://www.viomundo.com.br/entrevistas/julian-assange-a-manipulacao-de-informacoes-pela-midia-e-mais-perigosa-a-democracia-do-que-a-feita-por-governos.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário