sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Último dia do ano... um ano a menos.

"Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final...
Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário,
perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver.

Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos.
Não importa o nome que damos, o que importa é deixar no passado
os momentos da vida que já se acabaram.
Foi despedida do trabalho? Terminou uma relação?
Deixou a casa dos pais? Partiu para viver em outro país?
A amizade tão longamente cultivada desapareceu sem explicações?
Você pode passar muito tempo se perguntando por que isso aconteceu....

Pode dizer para si mesmo que não dará mais um passo enquanto não entender
as razões que levaram certas coisas, que eram tão importantes e sólidas em sua vida,
serem subitamente transformadas em pó. Mas tal atitude será um desgaste imenso para todos:
seus pais, seus amigos, seus filhos, seus irmãos, todos estarão encerrando capítulos,
virando a folha, seguindo adiante, e todos sofrerão ao ver que você está parado.

Ninguém pode estar ao mesmo tempo no presente e no passado,
nem mesmo quando tentamos entender as coisas que acontecem conosco.
O que passou não voltará: não podemos ser eternamente meninos,
adolescentes tardios, filhos que se sentem culpados ou rancorosos com os pais,
amantes que revivem noite e dia uma ligação com quem já foi embora
e não tem a menor intenção de voltar.

As coisas passam, e o melhor que fazemos é deixar que elas realmente possam ir embora...
Por isso é tão importante (por mais doloroso que seja!) destruir recordações,
mudar de casa, dar muitas coisas para orfanatos, vender ou doar os livros que tem.
Tudo neste mundo visível é uma manifestação do mundo invisível, do que está acontecendo em nosso coração, e o desfazer-se de certas lembranças significa também abrir espaço
para que outras tomem o seu lugar.

Deixar ir embora. Soltar. Desprender-se.
Ninguém está jogando nesta vida com cartas marcadas, portanto às vezes ganhamos, e às vezes perdemos.
Não espere que devolvam algo, não espere que reconheçam seu esforço, que descubram seu gênio,
que entendam seu amor. Pare de ligar sua televisão emocional e assistir sempre ao mesmo programa,
que mostra como você sofreu com determinada perda: isso o estará apenas envenenando, e nada mais.
Não há nada mais perigoso que rompimentos amorosos que não são aceitos,
promessas de emprego que não têm data marcada para começar,
decisões que sempre são adiadas em nome do "momento ideal".

Antes de começar um capítulo novo, é preciso terminar o antigo:
diga a si mesmo que o que passou, jamais voltará!
Lembre-se de que houve uma época em que podia viver sem aquilo,
sem aquela pessoa - nada é insubstituível, um hábito não é uma necessidade.
Pode parecer óbvio, pode mesmo ser difícil, mas é muito importante.

Encerrando ciclos. Não por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba,
mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida.
Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira. Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é. Torna-te uma pessoa melhor e assegura-te de que sabes bem quem és tu próprio,
antes de conheceres alguém e de esperares que ele veja quem tu és..

E lembra-te:
Tudo o que chega, chega sempre por alguma razão" - Fernando Pessoa

Encontrei várias autorias para esse texto, até Paulo Coelho [¬¬]
Entretanto a mais comum era a de Fernando Pessoa, então que seja.

Esse é o último dia do ano e sabe o que significa? Nada.
É só mais um dia. É só menos um dia.
Eu que faça os meus dias especiais,
porque se for depender do nosso calendário capitalista
caio na hora naquela monotonia comercial que aliena
e corrói populações mundo afora.

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Quem ainda não viu, veja. Quem já viu, reveja!

Voltar aos 17
Compositora: Violeta Parra
Artista: Mercedes Sosa


Voltar aos dezessete depois de viver um século
é como decifrar signos sem ser sábio competente
voltar a ser de repente tão frágil como um segundo
voltar a sentir profundo como uma criança frente a Deus
isso é o que eu sinto neste instante fértil.

Vai se enredando, enredando
como no muro a hera
e vai brotando, brotando
como o musguinho na pedra
como o musguinho na pedra, ai sim..., sim..., sim...

Meu passo recuado quando o de vocês avança
o arco das alianças penetrou em meu ninho
com todo seu colorido passeou por minhas veias
e até a dura corrente com a qual nos ata o destino
é como um diamante fino que ilumina minha alma serena


Vai se enredando, enredando
como no muro a hera
e vai brotando, brotando
como o musguinho na pedra
como o musguinho na pedra, ai sim..., sim..., sim...

O que pode o sentimento não o pôde o saber
nem o mais claro comportamento, nem o mais amplo pensamento
tudo muda o momento qual mago condescendente
nos afasta docemente de rancores e violências
Só o amor com seu saber nos torna tão inocentes

Vai se enredando, enredando
como no muro a hera
e vai brotando, brotando
como o musguinho na pedra
como o musguinho na pedra, ai sim..., sim..., sim...

O amor é redemoinho de pureza original
Até o feroz animal sussurra seu doce canto
detém os peregrinos, libera os prisioneiros
o amor com seus caprichos o velho torna criança
e ao mau só o carinho o torna puro e sincero

Vai se enredando, enredando
como no muro a hera
e vai brotando, brotando
como o musguinho na pedra
como o musguinho na pedra, ai sim..., sim..., sim...

Completamente a janela se abriu como por encanto
entrou o amor com seu manto como uma morna manhã
ao som de seu belo toque fez brotar o jasmim
entrando qual serafim no céu colocou brincos
Meus anos em dezessete os converteu o querubim
.

http://www.youtube.com/watch?v=BcID17wcZHU

Como extrair audio dos videos do youtube sem programas?

Já me fiz essa pergunta algumas vezes, mas AGORA tenho a resposta e compartilho com quem quiser.
Deboche_Br fez um tutorial explicando perfeitamente como faze-lo:
http://www.sodicas.org/como-extrair-audio-dos-videos-do-youtube-online-e-sem-programas/comment-page-5#comment-22927

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

RecomendaSom - 1

Olá você!
Queria sugerir que escutasse aqui na RadiolUol esse CD
Chama-se Babies Go Pink Floyd.
Na verdade é uma compilação de vários trabalhos de várias bandas\artistas
bastante conhecidos.

Como o nome sugere, a compilação foi feita de um modo que agrade aos ouvidos delicados e recém formados
Ora, acontece que agradou os meus também e pode da mesma forma agradar aos teus.

Se gostar como eu gostei, tem um link pra baixar as seguintes compilações:
Beatles Vol. 2 [não tem o vol. 1 ¬¬']
Aerosmith
Queen
U2
Rolling Stones
E Guns N'Roses

Em outros blogs\fórums tem uma infinidade de outros CDs. Percura.

Ficadica.

Carta de Abraham Lincoln ao professor de seu filho:

Caro professor,

Ele terá de aprender que nem todos os homens são justos,
nem todos são verdadeiros, mas, por favor, diga-lhe que,
para cada vilão, há um herói, que para cada egoísta, há também um líder dedicado; ensine-lhe, por favor, que para cada inimigo haverá também um amigo,

Ensine-lhe que mais vale uma moeda ganha que uma moeda encontrada,
ensine-o a perder mas também a saber gozar da vitória,

Afaste-o da inveja e dê-lhe a conhecer a alegria profunda do sorriso silencioso,
faça-o maravilhar-se com os livros, mas deixe-o também perder-se com os pássaros do céu, as flores do campo, os montes e os vales.

Nas brincadeiras com os amigos, explique-lhe que a derrota honrosa vale mais que a vitória vergonhosa, ensine-o a acreditar em si, mesmo se sozinho contra todos. 
Ensine-o a ser gentil com os gentis e duro com os duros,
ensine-o a nunca entrar no comboio simplesmente porque os outros também entraram.

Ensine-o a ouvir a todos, mas, na hora da verdade, a decidir sozinho,
ensine-o a rir quando estiver triste e explique-lhe que por vezes os homens também choram.

Ensine-o a ignorar as multidões que reclamam sangue e a lutar só contra todos, se ele achar que tem razão.

Trate-o bem, mas não o mime, pois só o teste do fogo faz o verdadeiro aço, deixe-o ter a coragem de ser impaciente e a paciência de ser corajoso.

Transmita-lhe uma fé sublime no Criador e fé também em si, pois só assim poderá ter fé nos homens.

Eu sei que estou lhe pedindo muito, mas veja o que pode fazer, caro professor!

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Racionais - Sou mais você

Vamos acordar, vamos acordar, porque o sol não espera demorou,
Vamos acordar,
o tempo não cansa ontem a noite você pediu, você pediu...
Uma oportunidade, 
mais uma chance, como Deus é bom né não nego??
Olha aí, mais um dia todo 
seu, que céu azul louco hein?

Vamos acordar, vamos acordar, agora vem com a sua 
cara, sou mais você nessa guerra,
A preguiça é inimiga da vitória, o fraco não 
tem espaço e o covarde morre sem tentar.
Não vou te enganar, o bagulho ta doido 
e eu não confio em ninguém, nem em você,
Os inimigos vêm de graça, é a 
selva de pedra, eles matam os humildes demais,
Você é do tamanho do seu sonho, faz 
o certo, faz a sua.

Vamo acordar, vamo acordar, cabeça erguida, olhar 
sincero, ta com medo de quê?
Nunca foi fácil, junta os seus pedaços e desce pra 
arena, mas lembre-se:
Aconteça o que acontecer nada como um dia após outro 
dia."

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

A Lua é testemunha.

Sabe uma coisa eu gostava quando era beeem pequetito?
No quarto onde dormia não tinha cortina,
Então algumas noites eram bem claras.
Outras noites a janela ficava um pouco aberta
E entrava um fiozinho de ar...
Daí 'invagina' a cena:
O menino acorda no meio da noite
Olha ao redor e vê todos dormindo
Escuta aquele assobio misterioso vindo da janela
O quarto iluminado com uma luz fria, uma luz feminina.
Se levanta. Dá dois, três passos olhando pra fora
A própria Lua veio lhe falar. Falar não, sussurrar.
Estica o pequeno braço e na ponta dos pequenos pés
Coloca a mão na fresta da janela e sente aquele sussurro cortante.
Parecia um bando lá fora me chamando.
Que bando? - pergunta curiosa.
Meu bando. - responde confiante.
Ficavam uivando pra janela, me chamando.
A Lua foi testemunha de tudo e só nós
sabemos que eu devia ter atendido o chamado.
O menino dá outros dois ou três passos
Em direção à cama quente e inerte.

LivreSábadoLivre

Ela - E então vamos???
Ele - claro que vamos. Esse sábado tô livre
Ela - Hum, livre,?
Ele - sim!
Esse sábado será mágico
Nenhuma algema de opressão vai me segurar
Nenhum 'não' vai me barrar
Nenhum olhar vai me censurar!
Esse sábado... Só esse sábado serei livre.

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Eu só tenho que te dizer...

São 1:45 am.
Já tem um tempo que venho enrolando pra escutar essa música e ler sua letra.
Chegou a hora.
Eu sinto um pedaço meu sendo cantado aqui.
Toda a angústia... nesses quase 4 minutos.

A letra:

John Lennon - Mother

Mother, you had me, but I never had you
Mãe, você me teve, mas eu não tive você
I wanted you, you didn't want me
Eu te queria, mas você não me queria.
So I, I just got to tell you
Então, eu só tenho que te dizer
Goodbye, goodbye
Adeus, adeus
Father, you left me, but I never left you
Pai, você me deixou, mas eu nunca te deixei
I needed you, you didn't need me
Eu precisei de você, mas você não precisou de mim
So I, I just got to tell you
Então eu, eu só tenho que te dizer
Goodbye, goodbye
Adeus, adeus
Children, don't do what I have done
Crianças, não façam o que eu fiz
I couldn't walk and I tried to run
Eu não podia andar e tentei correr
So I, I just got to tell you
Então eu, eu só tenho que lhes dizer
Goodbye, goodbye
Adeus, adeus
Mama don't go
Mamãe não se vá
Daddy come home
Papai volte para casa

A música.

Pode não ser amanhã, nem depois.
Mas eu ainda entendo isso...tudo isso.

terça-feira, 6 de julho de 2010

Clichê bom.

Sei que é um baita clichê amplamente divulgado pelo hotmail, orkut, youtube e compania.
Mas senti o impulso de colocar aqui pra eu poder sempre ler - até decorar - e também fazer algumas alterações. Espero que goste.

Se os cães fossem nos dar uma aula, ensinariam...

- Quando alguém que você ama chegar em casa, corra ao seu encontro.

 - Não perca uma oportunidade de ir passear.

 - Permita-se experimentar o vento fresco no seu rosto.

 - Mostre aos outros quando estão invadindo o seu território.

 - Tire uma soneca no meio do dia e se espreguice antes de levantar.

 - Corra, pule e brinque todos os dias.

 - Tente se dar bem com o próximo e deixe as pessoas te tocarem.

 - Não morda quando um simples rosnado basta.

 - Em dias quentes, pare e role na grama, beba bastante líquido e deite à sombra de uma árvore.

 - Quando estiver feliz, dance e balance seu corpo.

 - Não importa quantas vezes os outros te magoam, não se sinta culpado. Esqueça tudo e faça como se
aquilo não importasse de verdade.

 - Aproveite o prazer de uma longa caminhada.

 - Se alimente com gosto e entusiasmo.

 - Coma só o suficiente.

 - Seja leal.

 - Nunca finja ser o que não é.

* A melhor*
 - Quando alguém estiver nervoso ou triste, fique por perto em silêncio e mostre que você está ali para
confortar.

domingo, 27 de junho de 2010

A utopia está lá no horizonte.

"A utopia está lá no horizonte.
Me aproximo dois passos, ela se afasta dois passos.
Caminho dez passos e o horizonte corre dez passos.
Por mais que eu caminhe, jamais alcançarei.
Para que serve a utopia?
Serve para isso: para que eu não deixe de caminhar."
- Eduardo Galeano

sábado, 22 de maio de 2010

E milhas a trilhar antes de dormir...

Stopping by Woods on a Snowy Evening

Whose woods these are I think I know.
His house is in the village, though;
He will not see me stopping here
To watch his woods fill up with snow.

My little horse must think it queer
To stop without a farmhouse near
Between the woods and frozen lake
The darkest evening of the year.

He gives his harness bells a shake
To ask if there’s some mistake.
The only other sound’s the sweep
Of easy wind and downy flake.

The woods are lovely, dark and deep,
But I have promises to keep,
And miles to go before I sleep,
And miles to go before I sleep.

Parando pela Floresta em uma Tarde Nevadiça

De quem é esta floresta eu penso saber.
Sua casa, porém, está na aldeia;
Ele não me verá parando aqui
A observar sua floresta encher-se de neve.

Meu pequeno cavalo deve estranhar
Parar sem um estábulo por perto
Entre a floresta e o lago congelado
Na noite mais escura do ano.

Ele dá aos seus arreios um chacoalho
A perguntar se há algum engano.
O único outro som é o varrer
Do vento leve e neve macia.

A mata é adorável, escura e profunda,
Mas eu tenho promessas a cumprir,
E milhas a trilhar antes de dormir,
E milhas a trilhar antes de dormir.
-
Esse poema fala de uma pausa.
De repente algo na paisagem te chama.
Você olha, procura, tenta entender, tenta escutar. Escuta.
A mata é mesmo muito sedutora, me oferece uma paz que só ela pode,
Mas ainda não é hora, tenho minhas promessas e minhas milhas...

*O poema é do Robert Frost e a tradução é do Calebe.

terça-feira, 18 de maio de 2010

Cadê você?

Chico Buarque - Cadê você
(João Donato e Chico Buarque)

Me dê noticia de você
Eu gosto um pouco de chorar
A gente quase não se vê
Me deu vontade de lembrar

Me leve um pouco com você
Eu gosto de qualquer lugar
A gente pode se entender
E não saber o que falar

Seria um acontecimento
Mas lógico que você some
No dia em que o seu pensamento
Me chamou.

Eu chamo o seu apartamento
Não mora ninguém com esse nome
Que linda a cantiga do vento
Já passou

A gente quase não se vê
Eu só queria me lembrar
Me dê noticia de você
Me deu vontade de voltar.

Não gostei da música em si,
apesar da agradável melodia, mas a LETRA?
Me faltam palavras pra descrever os detalhes
das tantas saudades que ela me traz.

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Dica de como superar a fase "Pós Namoro"...

Vagabundando pelo PdH achei um comentário bastante pertinente.
Era de um japa. Fui no blog dele e achei algumas coisas sobre java e outras que não tenho interesse, de repente encontrei esse post que fala de um problema comum à todos.
Espero que tenha serventia pra outros como teve para mim.

segunda-feira, 10 de maio de 2010

E um dia ela se tocou...

Fiquei muito contente em ler esse texto tão belo, que exprime com a autoridade de só quem sentiu na pele, as sutilezas da[s] auto-descoberta[s] e uma certa liberdade, aquela liberdade tão íntima e tão subjetiva.
Gostaria que mais pessoas ousassem como essa garota ousou e conquistassem o que ela conquistou.


http://papodehomem.com.br/um-dia-ela-se-tocou/

terça-feira, 4 de maio de 2010

por Francisco

"Fazei-me instrumento de Sua paz.
Onde houver ódio, que eu leve o amor;
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão;
Onde houver discórdia, que eu leve a união;
Onde houver dúvida, que eu leve a fé;
Onde houver erro, que eu leve a verdade;
Onde houver desespero, que eu leve a esperança;
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria;
Onde houver trevas, que eu leve a luz.
Que eu procure mais
Consolar, que ser consolado;
compreender, que ser compreendido;
amar, que ser amado.
Pois, é dando que se recebe,
é perdoando que se é perdoado, [...]" -Francisco